• Grupo de Pesquisa em Computação Pura e Aplicada
  • Acesse o portal da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT
Premium Joomla Templates by iPage Coupon

Bacharelado em Ciência da Computação

O Curso de Bacharelado em Ciência da Computação está vinculado ao Instituto de Ciências Exatas e da Terra, do Campus Universitário do Araguaia, da Universidade Federal de Mato Grosso. Está localizado no Campus II, na cidade de Barra do Garças/MT, é voltado ao ensino, pesquisa e extensão na área de computação.

O Curso

O curso de Bacharelado em Ciência da Computação do Campus Universitário do Araguaia funciona no sistema de crédito, totalizando 211 créditos, com carga horária total de 3.184 horas. O período normal de integralização do curso é de 8 semestres e o período máximo de 12 semestres. Funciona em período integral e o local de funcionamento é no Campus II do Campus Universitário do Araguaia-UFMT em Barra do Garças/MT.

O curso conta atualmente com 11 professores especialistas na área. A estrutura física é composta por salas de aula, 2 laboratórios de informática, equipados com 40 computadores com acesso a Internet e um laboratório de arquitetura e organização de computadores equipado com osciloscópios, multímetros, protoboards, fontes de alimentação, geradores de sinais, chips TTL e CMOS, entre outros equipamentos.

Breve Histórico

O curso de Ciência da Computação originou-se do curso de Licenciatura em Informática (criado no ano de 2000). Frente a um contexto de debate em relação a alocação dos profissionais Licenciados em Informática, foi proposto em 2006 a extinção do curso de Licenciatura em Informática no Campus e a simultânea criação do curso de Bacharelado em Ciência da Computação. Esta proposta foi aprovada e o curso de Bacharelado em Ciência da Computação foi criado na oportunidade do programa REUNI, implantando no então IUniAraguaia.

O ingresso da primeira turma deu-se no ano de 2009, no regime de Crédito Semestral, sob as normas das resoluções CONSEPE Nº 52 de 12/12/1994 e CONSEPE Nº 32 de 15/03/1989. O tempo de integralização normal é de 8 semestres (quatro anos) e, tendo em vista que o curso é ofertado em turno integral (Art. 2º, inc. IV, CNE/CES 2/2007), é possível ao aluno concluí-lo em tempo inferior ao limite normal de integralização (Art.2º, inc. III, CNE/CES 2/2007). O tempo máximo de integralização é de doze semestres (6 anos).

Reconhecimento e avaliação

O curso é reconhecido pela Portaria do MEC Nº 286 de 21/12/2012 e está avaliado no ENADE com nota 4 (quatro).

Guia do Estudante 2014